Viver Bem Posts

É uma pequena glândula em forma de borboleta localizada no pescoço, sob a noz, que carrega com muitas responsabilidades. A tireoide é pequena, mas não deixa de ser a maior das glândulas do corpo. Produz dois tipos de hormônios, o T3 e o T4, que controlam a “queima” de energia do corpo e a sensibilidade de outros hormônios, como a do stress.

Também regula a sensação de fome, os níveis de energia e até a temperatura do corpo.

Homem jovem em seu despacho, com sñintomas de cansaço

Quando funciona normalmente, não notas de seus efeitos, claro. Mas quando algo falha, ignorar os sintomas que produz é virtualmente impossível. Pode não funcionar bem de várias maneiras, mas as mais comuns são o hipertireoidismo (quando produz muitos hormônios tireoidianos) e o hipotireoidismo (o contrário: quando não ocorrem as suficientes).

Em seguida, nove surpreendentes sinais de que a tireoide não funciona, como é devido.

Artigo Relacionado

5 surpreendentes razões pelas quais está todo o dia cansado (e como remediá-lo)

Não é difícil sentir-se permanentemente cansado com as atarefadas vidas que levamos. Mas, se bem que não é raro, também, não é normal. Aqui você pode ver como recuperar a sua alegria de viver.

A sua pele torna-se fina, ou de toque áspero

A tireóide controla a renovação da pele. Em pacientes com hipertireoidismo, a pele se renova com um pouco mais de rapidez, mas é mais fina. No outro extremo, os hipotiroideos renovam-se mais lentamente as células da pele, que aparecem mais ásperas ao toque.

Outros problemas gerados pelo hipertireoidismo são sensação de umidade e calor na pele, assim como uma maior vermelhidão da face e das mãos. Pelo contrário, os pacientes de hipotireoidismo podem sentir uma sensação de frio na pele e palidez; também uma cicatrização mais lenta e um tom alaranjado, devido à incapacidade da glândula para processar o caroteno em vitamina A (carotenemia ou carotenosis).

Me pegou muito de peso, ou você engordado um pouco

Uma tiróide hiperactiva pode fazer você perder uma significativa -até alarmante – quantidade de peso em pouco tempo, mesmo se você tem a mesma fome e come o mesmo que sempre foi. É resultado da aceleração do metabolismo.

O hipotireoidismo, no outro extremo, o mais lento, mas causa um efeito moderado no ganho de peso: normalmente não mais do que dois ou três quilos a mais.

Artigo Relacionado

HipertiroidismoPublicidad

Você está sempre assado de calor ou gelado de frio

Você pode imaginar do que se trata: uma tiróide hiperactiva (hipertireoidismo), acelera os processos normais do corpo, com um índice metabólico maior. E, posto que queimar mais energia, você tem aquela sensação de calor.

Os hipertiroideos podem acordar no meio da noite suando e com o coração acelerado, devido ao excesso de energia gasta. Pelo contrário, o hipotireoidismo pode fazer com que você precise outra camisa para combater o frio que você sente, consequência da desaceleração do metabolismo.

Você está de um humor estranho

O hipertireoidismo afeta o estado emocional, podendo gerar ansiedade, hiper-emotividade e até psicoses.

Uma tiróide pouco activa, no outro extremo, pode ser associada a estados depressivos e rejeição a atividades sociais. Também está associada a certos problemas cognitivos, como tornar-se esquecido ou sofrer certas disfunções motoras. Em alguns casos, os baixos níveis de tireóide foram associados a uma sensação como a de estar bêbado.

Seu nível de energia está muito alterado

Tanto o hiper como o hipotireoidismo podem gerar alterações sérias no corpo, globalmente falando. Uma tiróide hipotireoidismo pode fazer cair a tua energia até o ponto de que lhe custe trabalho, mesmo ligar a televisão. E, ao contrário, os pacientes hipertiroideos podem ver o seu metabolismo aumentado cem por cento, diariamente e em todas as horas, o que pode causar sérios problemas, na forma de quedas súbitas de energia. O coração se acelera e pode causar um esgotamento anormalmente rápido. Esses níveis de energia também causam problemas de sono. E podem afetar a par, pois, a vida sexual se altera por completo.

Homem diante do espelho examinándose o cabelo

Artigo Relacionado

Hipotireoidismo (diminuição do metabolismo)

A digestão é outro problema

Tem ficado claro que o hipertireoidismo acelera todos os processos, não é verdade? Um deles: os movimentos do intestino. Uma tiróide hiperactiva pode fazer com que você tenha que ir correndo ao banheiro mais de dois e mais de três vezes ao dia.

E o hipotireoidismo? Acertaste: prisão de ventre. Causa contrário, menores e menos frequentes movimentos água e os nutrientes (ou do intestino).

O ciclo menstrual vai para o seu ar

O relógio feminino é o mais sensível indicador hormonal: qualquer pequena mudança pode causar um colapso. Com independência de que se trate de hiper ou hipotireoidismo, o ciclo pode variar de menos freqüente, a mais comum e pode ser muito intenso e extremamente leve. Quando suspeitar de problemas de tiróide, a primeira pergunta que faz o médico, as mulheres geralmente se tem problemas menstruais. Se a paciente tem um ciclo normal, com fluxo consistente e normal, tudo vai bem. Se está desajustadas é conveniente ir ao médico, pois as alterações menstruais são geralmente o primeiro sintoma de um problema hormonal.

Publicidade

Você perdeu algo de cabelo

Tanto o hipertireoidismo, como o hipotireoidismo pode causar a queda do cabelo, mas de uma maneira diferente. A dimensão difusa do cabelo, tanto a cabeça como a do resto do corpo é consequência do primeiro. O hipotireoidismo, por sua vez, pode alterar as sobrancelhas, especialmente em suas bordas.

Seus olhos mudaram

Você já viu alguém com os olhos anormalmente esbugalhados? Pois pode tratar-se de um caso de doença de Graves, um tipo de hipertireoidismo que faz com que os olhos se abram muito. Isso se deve a uma acumulação anormal de tecido atrás dos olhos, originando um olhar como de espanto.

Dr. Salvador Pertusa Martínez, Médico de Família. Diretor Médico de NetDoctor. Atualizado: 05-04-2020

Adulto

Os sintomas chegam à vez, de repente, a urgência em ir ao banheiro, sensação de ardor ao urinar e uma quantidade muito pequena de urina.

Mulher dispondo a usar papel higiênico

Podem acabar por gerar graves problemas de rim.

Um estudo realizado em Portugal no ano de 2007 revelou que 37% das mulheres tinham sofrido pelo menos uma infecção e, delas, mais do que 32% tinha sofrido mais de duas.

As mulheres são mais propensas a desenvolver infecções do trato urinário do que os homens. A razão reside na situação da bexiga, acima da vagina. A proximidade da uretra (o tubo que vazia de urina da bexiga) a xoxota causa que seja mais fácil do que as bactérias penetrem no sistema urinário. Estas bactérias indesejáveis podem afetar a uretra, a bexiga ou os rins.

Artigo Relacionado

Cistite

Um problema frequente e irritante, quando não doloroso. Aqui explicamos tudo sobre ele.

É fundamental, portanto, manter a máxima higiene na área, especialmente depois de manter relações sexuais (mulheres sexualmente activas, bem como as que, após a menopausa, têm maior risco de contrair infecções). Além disso, as mulheres devem limpar de frente para trás, para evitar o mais possível que as bactérias presentes na região anal se aproximarem da vagina.

Em seguida apresentamos os nove sintomas mais comuns

Sintomas de infecção urinária

  • Persistente urgência de urinar
  • Dor ou sensação de queimação durante a micção
  • A expulsão de uma quantidade anormalmente pequena de urina
  • Dor na parte baixa do abdômen
  • Urina cor-de-rosa, vermelha ou turvas.
  • Urina muito fedorento
  • Febre ou arrepios
  • Náuseas
  • Dor na parte baixa das costas

Quando se deve recorrer ao médico

Só com suco de mirtilo não vai curar a infecção, digam as receitas populares que digam: as investigações que o apoiam são muito pouco consistentes. Você deve ir ao médico quando existe uma mudança nos padrões de urina. Qual a razão? Este tipo de infecção pode causar problemas renais sérios que acabem por levar o paciente ao hospital.

Não se contente com o que o médico prescreve um medicamento. Os sintomas comuns da infecção urinária são parecidos com os de outras doenças, como a ruptura de um cisto no ovário, presença de cálculos (pedras) nos rins ou uma cistite intersticial. De modo que um simples exame de urina pode determinar o que está acontecendo na realidade.

Artigo Relacionado

Infecções ginecológicas

Toda mulher deve ir ao ginecologista quando começa a manter relações sexuais e, claro, quando presente algum problema.

PublicidadDr. Salvador Pertusa Martínez, Especialista em Medicina Familiar e Comunitária. Centro de Saúde de Cabo Huertas (Alicante). Diretor Médico de NetDoctor.. Atualizado: 03-10-2018

Adulto